Integrar com o Google Shopping via API (Bridge)

Marketplace

Cris David

Cris David

Última atualização

A nova integração do Google Shopping deixa de utilizar o XML para permitir integração por API e acompanhamento em tempo real pelo Bridge.

O XML não foi descontinuado; ainda é possível utilizá-lo, mas a API trabalha com recursos modernos, muito mais rápidos e confiáveis.

Para habilitar essa nova integração com o Google Shopping, é necessário ter uma conta no Google Merchant Center vinculada ao Google Adwords, aonde precisa haver uma campanha do tipo shopping para que os produtos ativos do Merchant Center passem a estar disponíveis e aparecerem nos resultados de busca do Google.

Para mais informações sobre as campanhas e anúncios do Shopping, acesse este artigo do Google.

Como configurar

Acesse o VTEX Bridge, clique no link Marketplaces e, na opção do Google Shopping, clique em Integrar. telagoogleshop

Neste formulário de configuração, é necessário fornecer o código do seu Merchant Center, escolher a Política Comercial desejada, um e-mail para criação do afiliado Google Shopping no OMS. Também é possível habilitar/desabilitar a integração ao clicar nos botões Ativada/Desativada

É no Bridge também que o lojista escolhe a opção de enviar preço promocional ou não. Por default essa flag vem ativada, mas caso a loja não deseje enviar os produtos com os valores promocionais ela possui essa opção de deixar inativo.

E o ID da conta do merchant caso seja multi-client (esse campo deve ser preenchido com o ID da sub-conta relacionada ao merchant).

OBS: Se a loja notar que os produtos estão divergindo de preço ou que usa schema de dados de atualização automática e não quer desativar (deseja trabalhar com as duas opções, integracao + atualização automática do Google Shopping), ela pode, contanto que o preço promocional esteja contido na tag dos updates automáticos. E se não quiser, pode desativar no Bridge.

Autorizar a integração

O próximo passo é autorizar a VTEX a ter acesso ao seu Merchant Center e enviar seus produtos. Antes de tudo, faça login no Google Merchant Center com o usuário master* lá existente.

*Para saber qual é o e-mail master do Google Shopping, atente-se que ele é o único que permite gerenciar usuários.

Feito isso, no Bridge clique em Autorização e depois no botão Desejo me autenticar. Você será direcionado a uma página do Google para conceder o acesso para a VTEX utilizar as APIs do Merchant. Clique em Permitir.

2017-08-16 174711

Caso apareça a tela abaixo, o acesso foi concedido com sucesso.

passo-7

Após seguir todos esses passos, sua loja está pronta para enviar os produtos para o Google Shopping. O envio dos produtos acontece à medida que os mesmos vão sendo indexados.

Para a carga incial de produtos é necessário reindexar a base.

Considerações

Produtos enviados

Na integração atual, todos os produtos disponíveis na política comercial serão enviados ao Google Shopping, não havendo possibilidade de filtrar por coleção nesse momento. Este é um recurso futuro, que está em nosso backlog.

Preço enviado

O preço enviado é sempre o menor preço disponível para o SKU segundo a API de simulação de carrinho. Se o seu produto tem promoção, o preço promocional será enviado (promoção de boleto, por exemplo).

Preço quando há vários sellers

No caso de marketplace, sempre enviamos a melhor oferta entre os sellers disponíveis.

Resolução da imagem

Será enviada a maior resolução disponível para o produto, conforme arquivo que foi feito upload no cadastro.

EAN/GTIN

O GTIN é tratado. Se o produto tem EAN, nós enviamos, e se o EAN for inválido, o erro será exibido no Bridge como "EAN invalido =  GoogleShopping badrequest".

Tamanho da descrição

Respeitamos o limite de descrição de produto do Google Shopping, enviando o máximo de 5 mil caracteres.

Outras integrações

Não se deve utilizar duas integrações com o Google Shopping ativas ao mesmo tempo. Optando por utilizar a nossa integração por API somente ela deve estar ativa, desabilitando o XML, por exemplo.

URL do site

No console do Google Merchant você deve preencher a URL exata do site, se atentando à existência de WWW ou não, e ao uso de HTTP ou HTTPS.Os links são construidos a partir desses dados, e caso a informação estiver incorreta os redirecionamentos não serão contabilizados corretamente pelo Google Analytics.

Expiração de produtos

O Google faz com que os produtos enviados expirem automaticamente após 30 dias se não sofrerem nenhuma atualização (isto inclui qualquer alteração no produto, seja ela de preço, estoque, ou especificação).

Para produtos que não foram atualizados de maneira alguma, é necessário reindexa-los para notificar a integração. Vale destacar que este procedimento não funciona para produtos que faltam mais de 15 dias para expirar.


Este artigo foi útil?